PROJECTOS

Direitos Humanos

foto.jpeg

Direitos de Mulheres e Jornalistas em Contextos de Instabilidade na Guiné-Bissau

Objectivos

Este projecto tem por objectivo criar condições de reforço do papel das mulheres e dos jornalistas na monitoria de direitos e liberdades, e de promoção da estabilidade e da paz na Guiné-Bissau, numa altura de elevados desafios políticos, agravados pela situação pandémica e pelas restrições de direitos e liberdades a que esta deu origem. Estes dois grupos – mulheres e jornalistas - reconhecem as vantagens de trabalho colaborativo, dando nomeadamente origem a organizações que cruzam objectivos comuns de empoderamento e de intervenção cívica, como associações de mulheres jornalistas ou rádios comunitárias de mulheres. Essa intervenção precisa, no entanto, de uma visão, que articule um sólido conhecimento da sua situação enquanto grupos sociais específicos, com estratégias próprias e meios de reforço interno, por um lado e de informação e comunicação para os diferentes estratos da sociedade, por outro, articulando a afirmação dos direitos e liberdades em oposição à linguagem do extremismo, da violência e do ódio.

Principais actividades

  • Recolha e sistematização de experiências no domínio da monitoria de direitos no país e noutros contextos africanos, incluindo recurso a situações de intercâmbio;

  • Elaboração de estratégias de intervenção no domínio do género e da liberdade de informação e no cruzamento entre as duas dimensões;

  • Elaboração de programa de advocacia e de influência política sobre quadro legislativo de protecção dos direitos das mulheres e da liberdade de imprensa;

  • Produção de meios de divulgação apropriados com recurso a competências artísticas e recursos audiovisuais.

Âmbito geográfico

Guiné-Bissau

Parceiros

AMIC – Associação dos Amigos da Criança
AMPROCS – Associação das Mulheres Profissionais da Comunicação Social
LGDH – Liga Guineense dos Direitos Humanos

MIGUILAN – Mindjer di Guiné Nô Lanta
Sindicato dos Jornalistas Guineenses

Apoio Financeiro

Cooperação Portuguesa