Vozes de Nós – Bissau, São Tomé, Huambo


Alain Corbel (coord.), 2011, 57 páginas

Oferta condicionada

Crianças e jovens em situação de vulnerabilidade, nas cidades de Bissau, Huambo e S. Tomé, contam as suas histórias de vida. São retratos ilustrados por elas próprias, que falam de direitos, de sofrimentos e de sonhos. Edição da ACEP com a AMIC / Guiné-Bissau, Novo Futuro / S. Tomé e Príncipe e Okutiuka / Angola.

A Sociedade Civil e as Políticas Públicas em São Tomé e Príncipe


Aires Bruzaca de Menezes,
Conceição Lima e outros,
2012, 84 páginas

Um livro-síntese das discussões da mesa redonda sobre o papel das organizações da sociedade civil na definição de políticas públicas em São Tomé e Príncipe, e que teve lugar em Dezembro de 2012, em São Tomé. A publicação integra textos sobre a relação entre as ONG santomenses e o Estado, as OSC e os media e ainda a experiência da iniciativa Aid Watch em Portugal.

Colecção 

Arquipélago

e-storias d'igualdade


Liliana Azevedo (coord.), 2014, 50 páginas

Oferta condicionada

Esta publicação apresenta Contributos para Comunicar com Igualdade e reúne um leque de depoimentos dos participantes nas discussões promovidas pelo e-storias d’igualdade, que partiu da necessidade de sensibilizar profissionais e estudantes de comunicação sobre a questão da igualdade de género, procurando consciencializar sobre a presença de estereótipos nos media e sobre o papel central da comunicação na eliminação dessas distorções.

Vozes de Nós
– Díli, Maputo, Praia


Alain Corbel (coord.), 2013,
57 páginas

Oferta condicionada

Crianças e jovens em situação de vulnerabilidade, nas cidades de Díli, Maputo e Praia, contam as suas histórias de vida. São retratos ilustrados por elas próprias, que falam de direitos, de sofrimentos e
de sonhos. Edição da ACEP com a ACRIDES / Cabo Verde, Fórum Comunicação e Juventude / Timor-Leste e Meninos de Moçambique.

Alfabeto do Desenvolvimento


Adelino Gomes, Adriano Miranda
e outros, 2012

10 €

Um livro-catálogo que é uma proposta de olhares reflexivos sobre o mundo e também fragmentos diversos de história recente. Cada letra abre uma porta para um tema, apresentado por um investigador e, em leituras autónomas, por um jornalista e um fotógrafo, permitindo assim cruzar três perspectivas e diferentes formas de formar, informar, comunicar, influenciar.

Livro-agenda perpétua
“52 histórias”


ACEP (coord.), 2010, 228 páginas
10 €

Num livro ilustrado, evocando uma agenda perpétua, ao longo de 52 semanas são apresentadas, por jornalistas, fotógrafos, ilustradores, 52 histórias, rostos, direitos, geografias de coragem, dignidade, mas também de privação e de injustiça.

Construir o paraíso aqui Documentário


Paulo Nuno Vicente (realização) ACEP (produção), 2009, (43 min.)

5 €

Construir o paraíso aqui é criação de um espaço de histórias, de vozes e de rostos de quem está do outro lado, na cooperação com Cabo Verde e Guiné-Bissau. Histórias de mudança e vozes de dignidade, de interrogação e de confiança também.

Notícias do Quelele


Alain Corbel (coord), 2007, 52 páginas
9 €

Um livro onde se cruzam histórias e desenhos de crianças das escolas populares "Aruna Embaló" e "Penha-Bôr", que nos trazem o quotidiano do seu bairro, o do Quelele, na periferia de Bissau, a partir de ateliers dinamizados pelo ilustrador Alain Corbel. Editado pela ACEP e a AD / Guiné-Bissau

A Partilha do Indivisível

 

António Valente e Leão Lopes,
2006, 120 páginas
10 €

De muito se tem feito o caminho dos direitos humanos e dos povos, embora não o suficiente para que não precisem de ser lembrados. De Cabo Verde, os olhares atentos do caboverdiano Leão Lopes e do moçambicano António Valente mostram-nos o que ali tem sido feito. Juntam-se as palavras de Mário Lucio e Fártima Betencourt (Cabo Verde), Ana Paula Tavares (Angola), Teresa Montenegro (Chile / Guiné-Bissau), Alexandra Lucas Coelho, Carlos Narciso e Pedro Rosa mendes (Portugal) e David Gakunzi (Ruanda/Burundi).

A Partilha do Indivisível - exposição fotográfica

 

Coord. ACEP, 2006, 52 painéis
Cedência a pedido

Em formato de exposição fotográfica, o projecto assumiu a itinerância, em geografias tão distintas como a de origem, a cabo-verdiana, mas também a galega, italiana e muitas outras, também em Portugal. Uma exposição que revela rostos, histórias e milagres de Cabo Verde, pelas mãos e olhos de fotógrafos, jornalistas e escritores, Todos na procura de um mundo onde os direitos se vivem na dignidade.

Madre Cacau

 

Pedro Rosa Mendes e Alain Corbel,

2004, 111 páginas

12 €

Na sequência de “Ilhas de Fogo”, havia lugar a Timor Leste, dois anos após a sua independência. O resultado é conjunto de reportagens, onde o olhar jornalístico se combina com a linguagem da banda-desenhada, oferecendo um percurso que é ao mesmo tempo rigoroso e onírico. Considerado na recolha bibliográfica de …de uma década de publicações sobre PALOP, Timor e Guiné Equatorial , como a melhor obra em língua portuguesa sobre Timor pós-independência.

Ilhas de Fogo

 

Pedro Rosa Mendes e Alain Corbel,

2002, 191 páginas

15 €

A reportagem – escrita, ilustrada – tem também por função desocultar. É esse o objectivo deste livro: ajudar a revelar de África, dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, uma realidade escondida - uma África que se move – e ajudar a desconstruir estereótipos que permanecem. Em formato álbum, uma iniciativa da ACEP, realizada por um jornalista e um ilustrador.

FuturosCriativos_ocatalogo_capa.png

Mulheres de São Tomé e Príncipe

 

Ana Cristina Pereira e Dário Pequeno Paraíso
2018, 152 páginas

Oferta condicionada

Este livro de histórias de mulheres de São Tomé e Príncipe é uma outra forma de contar o quotidiano e de revelar a realização ou a violação dos seus direitos no país. Nele são retratadas 15 mulheres que dão corpo aos desafios do dia-a-dia. O livro procura dar-lhes espaço e protagonismo através de testemunhos que podem “dar força a outras mulheres”, como refere a costureira Júlia Santiago.

Futuros Criativos

– Angola, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste

ACEP (Coord.)

2019, 239 páginas

15 €

O catálogo “Futuros Criativos – Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste”, editado em 2019, reúne uma série de iniciativas que, através da criatividade e da inovação, potenciam o desenvolvimento das comunidades, regiões e países onde se inserem. Partiu-se do conceito de economia criativa enquanto sector que possibilita o aparecimento de actividades económicas, suportadas pelo capital cultural, criativo e artístico.

Colecção 

Estudos e Debates

publicacao.png

O Financiamento Internacional do 

Desenvolvimento e Implicações para São Tomé e Príncipe

Vários
2020, 56 páginas

Oferta condicionada

Este livro reúne as comunicações realizadas na conferência final do projecto “Sociedade Civil pelo Desenvolvimento – Mais Transparência, Melhor Governação”. O encontro procurou reflectir sobre as mais recentes tendências do financiamento do desenvolvimento a nível internacional, nomeadamente a entrada do sector privado na arena da cooperação para o desenvolvimento e os desafios enfrentados pela sociedade civil, em termos de financiamento e sustentabilidade.

Justiça E Direitos Humanos na Guiné-Bissau

– Debates e perspetivas

Bubacar Turé, Carlos Sangreman, Luís Vaz Martins, Frederico Pauleta, Fernando Loureiro Bastos, Rita Cavaco
2019, 168 páginas

Oferta condicionada

A primeira parte deste livro aborda a questão da justiça e dos direitos humanos partir de vários primas - histórico, jurídico, político.  A segunda parte reúne um conjunto de intervenções realizadas por ONG, investigadores, consultores e funcionários públicos que estudam e trabalham sobre e no setor da justiça na Guiné-Bissau e que participaram nos debates e seminários organizados.

sociedade civil.png

Sociedade civil e governação em São Tomé e Príncipe

 

Vários 
2016, 128 páginas

Oferta condicionada

Este livro é o resultado de três dias da Conferência Internacional Sociedade Civil e Governação, realizada no centro de Formação Profissional Bissau – São Tomé e Príncipe. Organizada em torno de 4 mesas temáticas sobre temas centrais do projecto, esta conferência contou com a participação de representantes das OSC, do Estado, de jornalistas e de três oradores estrangeiros, provenientes de Moçambique, Angola e Cabo Verde.

relatorio futuros.png

Futuros Criativos

-Economia e Criatividade em Angola, Moçambique e Timor Leste

Vários 
2019, 231 páginas

Oferta condicionada

Este estudo constitui o resultado da segunda fase de um projecto iniciado em 2014/2015 em Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe. Procura divulgar e sistematizar iniciativas que, através da criatividade, tem contribuído para a emergência de soluções para variados desafios sociais, ambientais e económicos das sociedades contemporâneas. O presente livro propõe-se a analisar, o papel da cultura e da criativa no desenvolvimento.

Observando Direitos na Guiné-Bissau

– Educação, Saúde, Habitação, Água, Energia, Saneamento, Justiça, Meios de Subsistência

 

Carlos Sangreman (coord.)
2017, 178 páginas

Oferta condicionada

Pelo terceiro ano consecutivo, o Observatório dos Direitos divulgou o relatório anual de indicadores de Direitos Humanos, desta vez realizando uma comparação com os dados recolhidos anteriormente e que permite perceber a evolução da situação dos Direitos Humanos na Guiné-Bissau em oito indicadores distintos, em todas as regiões (excepto Bolama/Bijagós).

direitos das mulheres.png

Observando
os Direitos na Guiné-Bissau

– Educação, Saúde, Habitação, Água, Energia, Saneamento, Justiça, Meios de Subsistência


Carlos Sangreman (coord.),
2016, 154 páginas
Oferta condicionada

Este relatório de Direitos Humanos na Guiné-Bissau analisa, a partir dos indicadores e das informações recolhidas pela equipa do Observatório dos Direitos nas várias regiões do país (excepto Bolama/Bijagós) diversos aspetos da educação básica, saúde, habitação, água, energia, saneamento, justiça e meios de subsistência (alimentação), ao longo de 2015. Trata-se, portanto, do segundo volume dos relatórios produzidos no âmbito do projecto.

O Desenvolvimento nos Media

– Percepções e visões de jornalistas e profissionais da área do Desenvolvimento


Ana Filipa Oliveira e Raquel Faria,
2016, 174 páginas

Oferta condicionada

Um estudo diagnóstico sobre a relação entre jornalistas e profissionais da área do Desenvolvimento em Portugal. Reúne as visões e opiniões de cerca de 30 profissionais dos Media e do Desenvolvimento e elenca um conjunto de sugestões para melhorar a informação sobre questões de Desenvolvimento.

Direitos das Mulheres em São Tomé e Príncipe

– Conhecer, Capacitar, Informar

 

Vários 
2016, 174 páginas

Oferta condicionada

Um estudo diagnóstico sobre a relação entre jornalistas e profissionais da área do Desenvolvimento em Portugal. Reúne as visões e opiniões de cerca de 30 profissionais dos Media e do Desenvolvimento e elenca um conjunto de sugestões para melhorar a informação sobre questões de Desenvolvimento.

Futuros Criativos

- Economia e Criatividade em Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe


Alexandro Cardoso, Debora Sanches e outros, 2016, 208 páginas

Oferta condicionada

Este estudo procurou identificar e valorizar em cada um dos países – Cabo Verde, Guiné-Bissau e S. Tomé e Príncipe – os recursos e as soluções já disponíveis e tornar o seu conhecimento acessível. Porque trocar ideias, experiências, interrogações e sonhos é talvez uma das formas que mais nos enriquecem, gerando confiança e criando cumplicidades – um processo de auto/inter capacitação, sem prazo definido.

Direitos das crianças em São Tomé e Príncipe


Eduardo Elba e Olívio Diogo,
2015, 122 páginas

Oferta condicionada

Este livro, que é o segundo estudo temático realizado no quadro do projecto Sociedade Civil pelo Desenvolvimento, em S. Tomé e Príncipe, faz um levantamento da situação das crianças santomeses, a partir de uma análise da literatura já existente e de diversas entrevistas e encontros com actores-chave no domínio da protecção das crianças no país. No final, apresenta um leque de recomendações dirigidos aos actores públicos e às organizações da sociedade civil.

Observando Direitos na Guiné-Bissau

– Educação, Saúde, Habitação, Água, Energia, Justiça


Carlos Sangreman (coord.),
2015, 112 páginas

Oferta condicionada

Este relatório de Direitos Humanos na Guiné-Bissau analisa, a partir dos indicadores e das informações recolhidas pela equipa do Observatório dos Direitos nas várias regiões do país (excepto Bolama/Bijagós) diversos aspetos da educação básica, saúde, habitação, água, energia e justiça, ao longo de 2014 – o primeiro ano de recolha de indicadores.

Sociedade civil, Advocacia e Sensibilização sobre Direitos Humanos na Guiné-Bissau:

Diagnóstico de Competências das Organizações da Sociedade Civil


Catarina Schwarz, 2015, 128 páginas

Oferta condicionada

A primeira publicação do Observatório dos Direitos é um estudo diagnóstico realizado às organizações da sociedade civil guineenses que trabalham na área dos Direitos Humanos. Esta publicação traça o perfil das competências e também das lacunas que as OSC guineenses têm no domínio da advocacia e da sensibilização sobre Direitos Humanos. Além do diagnóstico, o estudo inclui ainda um conjunto de boas práticas das OSC neste domínio.

Sociedade Civil, Comunicação e Advocacia em São Tomé e Príncipe


Pedro Rosa Mendes (coord.),
2014, 128 páginas

Oferta condicionada

Trata-se de um estudo que pretende dar um contributo para reflectir sobre o estado actual das organizações da sociedade civil santomenses e apontar pistas para melhorar as suas capacidades de monitoria e de comunicação com a sociedade, ao mesmo tempo que analisa o trabalho desenvolvido pela Federação das ONG em S. Tomé e Príncipe (FONG-STP) nos últimos anos.

Engenhos de rua:

Modelos de intervenção com crianças em situação de vulnerabilidade/exclusão nos países da CPLP


Orlando Garcia (coord.),
2013, 264 páginas

Retrata os modelos de intervenção de ONG e fornece informação sobre a instituição governamental vocacionada para a promoção dos direitos das crianças nos países da Comunidade de Países em Língua Portuguesa. Um instrumento útil para intervenientes no domínio dos direitos da criança.

Portugal e África: melhor cooperação, melhor desenvolvimento


Ana Filipa Oliveira e Fátima Proença (coord), 2011, 166 páginas

Oferta condicionada

Trata-se de um estudo que pretende dar um contributo para reflectir sobre o estado actual das organizações da sociedade civil santomenses e apontar pistas para melhorar as suas capacidades de monitoria e de comunicação com a sociedade, ao mesmo tempo que analisa o trabalho desenvolvido pela Federação das ONG em S. Tomé e Príncipe (FONG-STP) nos últimos anos.

Media, Cidadania e Desenvolvimento


ACEP e Ana Filipa Oliveira (coord.),
2010, 150 páginas
Oferta condicionada

Partindo do debate organizado no âmbito d’Os Dias do Desenvolvimento 2010, esta publicação reúne ainda depoimentos de investigadores, jornalistas e membros de ONG de diversas partes do mundo, recolhidos para “Triângulos Imperfeitos” (DVD anexado ao livro), realizado por Paulo Nuno Vicente, e uma reflexão sobre a forma como os media europeus e africanos retratam a estratégia Europa/África.

politicas publicas.jpg

A Sociedade Civil e as Políticas Públicas em São Tomé e Príncipe

Aires Bruzaca de Menezes,
Conceição Lima e outros,
2012, 84 páginas

Um livro-síntese das discussões da mesa redonda sobre o papel das organizações da sociedade civil na definição de políticas públicas em São Tomé e Príncipe, e que teve lugar em Dezembro de 2012, em São Tomé. A publicação integra textos sobre a relação entre as ONG santomenses e o Estado, as OSC e os media e ainda a experiência da iniciativa Aid Watch em Portugal.

Mundo Crítico

mundocritico4.png
mundocritico2.png
mundo3.png
mundocritico1.png

ver mais

Colecção Estudos e Debates

Catálogo

Iniciativas Editoriais

 
 

© Acep 2016

  • facebook-7-64 (1)